AREIA BRANCA HORIZONTAL TOPO

Colunistas

home

Jogo Aberto

Célio José de Oliveira

Publicado às quartas-feiras

24/06/2020

AUTORIZAÇÃO

A Rumo, concessionária da linha férrea, acaba de autorizar a expansão da área da Feira Livre pela Prefeitura. Isso começou a ser gestado em 2018 quando viajamos a Curitiba, Paraná, ao lado dos vereadores Carlão e Cabeça para um encontro com os diretores e pessoal de apoio da Rumo. Na época apresentamos três pedidos: a expansão da área da Feira Livre, a passagem de nível na Rua José Pinto de Almeida e o alargamento da Av. Adolfo Hecht entre a Amazonas e Rio Grande do Sul.

 

AUTORIZAÇÃO II

De três pedidos, dois foram autorizados e outro não. A  passagem de nível da Rua José Pinto de Almeida não foi autorizada pela Rumo porque tecnicamente não daria para fazer em função da pouca distância para a PN da Rua Giácomo Paro. Nos outros dois casos a Prefeitura já providencia o início das obras. No caso do alargamento da Adolfo Hecht é uma antiga reivindicação da comunidade e ganhará 6 metros a mais de via.

 

FEIRA NOTURNA

A expansão da Feira Livre dará mais 10 metros além do limite do atual alambrado e vai propiciar uma praça de alimentação nova e consequentemente uma área maior para as bancas de produtores que comercializam alí suas mercadorias. A administração municipal vai reforçar a iluminação já existente com lâmpadas de led e novos postes e isso levará a realização da Feira Noturna toda quarta ou quinta feira. O esforço é para que este novo espaço esteja pronto até o final deste ano.

 

ELOGIOS

Tem rendido inúmeros elogios o projeto de recapeamento asfáltico que estamos implementando em diversos trechos de Penápolis. Dentre os quais a Marginal Maria Chica entre a Rotatória do Centro de Lazer até o Terminal Rodoviário que, de fato, ficou excelente, o mesmo ocorrendo no sentido contrário. O trecho da Av. João Antonio Castilho até o Santa Leonor também virou um tapete. A cidade ganha asfalto novo graças ao empenho da nossa gestão que, desde 2017, vinha tramitando um pedido de financiamento para fazer este investimento.

 

ELOGIOS II

Na verdade tudo é importante quando se trata de desenvolver as políticas públicas para o município. É importante investir mais de 40% do orçamento municipal em saúde, quase 30% na Educação, porém fazer obras de infraestrutura urbana e cuidar daquilo que é também fundamental para a população é sempre relevante. Já tínhamos recapeado um terço de Penápolis antes deste projeto e agora mais um terço. O outro um terço poderá ser executado pelas próximas administrações e com isso ganha a cidade com um asfalto de qualidade.

 

ENTENDENDO

É preciso sempre destacar que, independente de quem seja o próximo prefeito de Penápolis, precisa ser colocada a realidade para a população em relação a investimentos. As despesas obrigatórias que consomem o orçamento chegam hoje a mais de 95%, ou seja, o que isso significa? Não dá para ficar prometendo “mundos e fundos” em campanha eleitoral porque serão “palavras ao vento”. Só quem conhece gestão, só quem está inteirado do que é uma Prefeitura, pode dizer, com convicção, que a margem para “fazer” está diretamente ligada a duas situações: capacidade do município de contrair financiamentos e relacionamento nos governos para obter convênios, estes cada vez mais escassos em razão das dificuldades dos entes federativos.

 

RESGATE

Quando assumimos a Prefeitura, em 2013, o município não possuía nenhuma condição de obter financiamentos por causa da sua situação fiscal e orçamentária. Trabalhamos duro para, só no segundo mandato, darmos as condições para que Penápolis pudesse ter acesso a linhas de crédito para obras de infraestrutura urbana. Foi assim que obtivemos êxito em contrair até 11 milhões para recapear mais uma parte da cidade (que caiu para 7 na licitação acirrada com quase 4 milhões de deságio) e outros quase 1 milhão e meio para melhorar a iluminação de praças e vias do município, com lâmpadas de led e vapor de sódio com mais potencia.

 

RESGATE II

Para quem pagou mais de 40 milhões de precatórios, assumiu dívida previdenciária da Funepe que devolveu a instituição a competitividade que ela tanto precisava, para quem dobrou os recursos investidos na Santa Casa, pegar 8 milhões de financiamento é o mínimo que deveríamos, com certeza, ter feito. Esta história da oposição de envidamento do município é falácia. É não dizer efetivamente o que ocorreu porque pagamos cinco vezes mais de dívidas do que “se espalha” vamos deixar. Outro detalhe: a economia de energia, no caso das lâmpadas de led, e a economia com massa asfáltica para tapar buracos, já praticamente paga a parcela dos financiamentos. Tudo o mais é “mimimi”.

 

SALTO

O outro detalhe sempre a ser ressaltado é que a cidade se desenvolveu economicamente porque só isso explica o salto no seu orçamento. Em 2013 era 97 milhões o orçamento de Penápolis. Para 2021, o orçamento projetado passa de 220 milhões. Ora, fácil de esclarecer porque cresceu assim sem, nestes 8 anos, ter aumentado um centavo além da inflação o IPTU. Isso significa que a cidade cresceu na base da cadeia produtiva: ICMS, IPI, FPM.

 

SONHO

Hoje acontece a partir das 8 da manhã, no Ginásio de Esportes Antonio Castilho Braga, a entrega das chaves e assinatura dos contratos das 232 casas do Residencial Vicente Berbel, da CDHU. Importante conquista da moradia própria que se consuma depois de anos entre doação de área da Prefeitura para a CDHU, construção e conclusão do projeto. Cerca de mil pessoas entre titulares e dependentes são beneficiados diretamente nesta ação importante na área da habitação.

 

RECORDE

Amanhã entregaremos também as primeiras 33 de um total de 78 casas dos servidores públicos, grande maioria municipais. Ao todo a CDHU e a Prefeitura estão beneficiando 310 familias ou mais de 1.200 pessoas. Chegamos, assim, a marca histórica de quase duas mil casas com chaves entregues no período de 7 anos e meio. Um projeto de condomínio fechado popular de Minha Casa Minha Vida vai ser lançado até Outubro com mais de 600 unidades em 4 módulos na região do Mais Solar na Santa Terezinha. O primeiro módulo ainda em 2020, deixando um legado significativo para o município. Foi também na nossa gestão que chegaram os condomínios fechados de vários padrões e temos a honra de, ainda como vereador, ter participado da legislação que norteou este tipo de empreendimento em nossa cidade. Os frutos agora estão sendo colhidos.

 

FRASE DO DIA

UMA VEZ MINHA AVÓ DISSE: “NUNCA DÊ PESO ÀS PALAVRAS QUE SÃO DITAS, SEMPRE AVALIE A BOCA DE ONDE ELAS SAEM.” ALÉM DE SER IMPOSSÍVEL AGRADAR A TODOS, TAMBÉM É ABSOLUTAMENTE DESNECESSÁRIO.

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.

Outras publicações