Colunistas

home

Observatório da Cidade

Gilson Ramos

Publicado às terças e quintas-feiras

02/04/2020

Gerenciamento

Neste momento em que medidas enérgicas precisam ser tomadas para evitar contaminação de casos do novo coronavírus (Covid-19) em Penápolis, e o colapso do sistema de saúde, mostra-se de grande capacidade de gerenciamento da crise, tanto a liderança do prefeito Célio de Oliveira (sem partido), quanto a competência de sua assessoria técnica. O Gabinete de Gerenciamento da Crise Covid-19, sob a coordenação do Coronel Daniel Rodrigueiro, tem sido de extrema competência e agindo com total logística para mapear e controlar a pandemia no município.

 

Desdobrando

Também tem se desdobrado ao máximo, superando eventuais dificuldades, o secretário municipal de Saúde, Wilson Carlos Braz, que está na linha de frente juntamente com toda a equipe de profissionais da área da Saúde. Um trabalho incansável que demonstra que o Coronel Braz, mesmo não tendo sido considerado da área para responder pela pasta, mostra total comprometimento e responsabilidade quando precisa dar respostas imediatas aos problemas inerentes deste setor que é o mais demanda atenção dos governantes.

 

Oscilante

Tem se mostrado tranquilo, mas oscilante, o quadro de suspeitos do coronavírus em Penápolis. Vinha se mantendo estável no número de monitorados pelo sistema de saúde no final de semana, mas se alterou consideravelmente com a internação de mais três pessoas no domingo, na Santa Casa. Na terça-feira o anúncio da exclusão clínica de 13 suspeitos que não manifestaram o Covid-19. Ficando apenas 5 suspeitos aguardando resultados, e a confirmação de apenas um caso positivo, isso apresentado desde a última sexta-feira (27). Ontem, na divulgação do novo boletim diário, o quadro se manteve sem alteração em relação ao dia anterior.

 

Testes

Ontem chegaram a Penápolis os primeiros 20 testes, de um lote inicial de 200, que a Prefeitura adquiriu para agilizar as confirmações ou negativações dos casos suspeitos de coronavírus. Foi autorizado pelo prefeito Célio que a secretaria de Saúde faça a aquisição de mil kits de testes rápidos. Ainda nesta quarta-feira seriam aplicados os testes nos cinco pacientes, dos quais três internados na Santa Casa, para averiguação de estão ou não infectados pelo Covid-19. O resultado será apresentado hoje.

 

Abuso

Causou muitos comentários negativos e críticas e exigindo ação enérgica, a aglomeração de pessoas, principalmente jovens, na noite desta terça-feira (31), na marginal Santa Leonor, espaço utilizado para práticas esportivas. A preocupação é que estava havendo, nitidamente, o contato social, inclusive de pessoas conversando em grupos. Totalmente contrário às orientações para que, principalmente nesta quinzena de quarentena, a população permaneça em isolamento social, ficando em casa, só saindo para casos realmente necessários.

 

Restrição

Diante da repercussão nas redes sociais, e cobranças em cima das autoridades, o prefeito Célio de Oliveira não descartou a hipótese de interditar o Parque Municipal Maria Chica e a pista de caminhada do Santa Leonor. A avaliação ocorreria na noite desta quarta-feira, com apoio da Polícia Milita. Se as pessoas insistirem em grandes aglomerações, agirá como fez prefeitos de cidades litorâneas, promovendo a interdição dessas áreas.

 

Videoconferência

O prefeito Célio de Oliveira participou de uma videoconferência com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. Foi na tarde desta terça-feira (31), juntamente com mais de 30 prefeitos da regional de Araçatuba. Para Penápolis a solicitação de investimentos em leitos hospitalares para enfrentamento das internações provocadas pelo coronavírus. O prefeito apresentou pedido contemplando a Santa Casa de Misericórdia de Penápolis com o acréscimo de 10 novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e mais 18 de enfermaria. O segundo projeto prevê a instalação de 10 leitos de UTI no antigo hospital Luiz Valente e 28 leitos na enfermaria. O Estado tem interesse. Seriam R$ 600 mil para preparar o prédio, e mais R$ 1 milhão mensais de custeio.

 

Migração

O presidente da Câmara de Penápolis, Ivan Sammarco, vai deixar o Cidadania, migrando para o Democratas. Ele confirmou a mudança partidária, que já era esperada. E leva com ele seu filho Ivanzinho, que está sendo preparado para as próximas eleições, como uma sucessão de seu pai, veterano na política penapolense. Ivan deve concorrer à reeleição para vereador. Ivanzinho vai na próxima.

 

Mensagem

Fique em casa e lave bem as mãos com água e sabão, e possível, passe álcool gel. Obrigado pela leitura e até a próxima. Muita Luz. Paz e Bem!

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.

Outras publicações