Colunistas

home

Observatório da Cidade

Gilson Ramos

Publicado às terças e quintas-feiras

20/02/2020

Privativo

A nova gestão da Santa Casa de Misericórdia de Penápolis, gerida por uma Organização Social, faz um estudo de viabilidade e reorganização da área de estacionamento, para passar a cobrar pelo estacionamento dos veículos particulares na área do pátio do hospital. A proposta é de se implantar vaga rotativa como ocorre já em vários hospitais regionais, e sugerido há tempos. A medida visa garantir uma receita a mais para ajudar no custeio e também permitir que o estacionamento seja ocupado por quem realmente está se servindo dos serviços do hospital. Hoje, grande parte dos veículos lá estacionados é de muitas pessoas que trabalham no entorno da Santa Casa, e não estão utilizando-se do atendimento do hospital. A cobrança e gerenciamento se darão pela própria administração hospitalar.

 

Desapontamento

Pelo que se sabe e já comentando, a cada dia se consolida a decisão da vereadora Ester Maria Sezalpino Mioto (PSD) em não disputar a reeleição. Até o momento, dos 13 vereadores, ela é a única a afirmar que não participará do processo eleitoral de outubro. A vereadora teria conversado com amigos e vereadores próximos, justificando que tem muita vontade em trabalhar e fazer valer o papel do vereador, mas o que se almeja não vem com a velocidade das necessidades, esbarrando muitas vezes na falta de vontade política ou mesmo morosidade do sistema público municipal.

 

Comitiva

O presidente da Câmara de Penápolis, vereador Ivan Eid Sammarco (Cidadania) propôs, ao discursar na tribuna durante a sessão desta segunda-feira (17), formar novamente uma comitiva com a participação de todos os 13 vereadores, para em audiência com o Secretário de Estado de Saúde cobrar a questão do AME (Ambulatório Médico de Especialidades). No início do ano passado, quando o novo Governo do Estado suspendeu a implantação da unidade conquistada pelo prefeito Célio de Oliveira (sem partido), de forma unânime o Poder Legislativo se uniu e foi a São Paulo apoiar a vinda do AME. Na ocasião, o próprio presidente Ivan ouviu do secretário José Henrique Germann Ferreira que o AME estava garantido para Penápolis.

 

Bonolat

Dois comentários acerca da indústria de laticínios Bonolat. A empresa precisa, necessariamente, da liberação da via marginal de acesso até que se construa a rotatória, para começar a sua produção. Essa obra é um investimento direto da Prefeitura de Penápolis. Já quanto a rotatória, até o momento, a Viamari, construtora penapolense que venceu a licitação, aguarda a retirada de alguns postes pela telefonia Vivo que estão dentro da área do projeto para dar início à obra.

 

Expectativa

Havia uma expectativa quanto ao início da entrega de currículos e seleção para várias funções para o Supermercado Amigão, agora no mês de fevereiro. Porém, não houve autorização da equipe de Recursos Humanos do Grupo para essa captação, que será via PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador). O prédio (antigo Laranjão e Luzitana) também passa por obras de reformas internas. Acredita-se que após o Carnaval a implantação do novo supermercado em Penápolis venha com força total.

 

Rumores

Ainda que não ocorrendo confirmação oficial, são cada vez maiores os rumores da compra de um supermercado local por um grupo supermercadista que já tem loja em Penápolis. Tanto que esse supermercado em suposta negociação estaria passando por um procedimento de balanço. Estamos tentando, ainda sem resultado, a confirmação ou negativa do negócio.

 

Reclamação

Pacientes, notadamente as gestantes que são atendidas na unidade de saúde Macro IV na Vila Planalto, reclamam a falta de médico ginecologista para dar o acompanhamento do pré-natal. Aquela unidade está sem profissional médico da área desde o final do ano passado. Para ter um acompanhamento seguro, segundo comentado por pacientes em contato com esta coluna, as gestantes estão procurando outras Macros, como se morassem na região da unidade onde, por enquanto, se tem o médico e desta forma receberem o atendimento.

 

Destaque

O médico Dr. Hermes Ferreira, da Macro I de Saúde (Eldorado)  tem se diferenciado na forma de atendimento aos pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) conquistando a todos. Foi merecedor, inclusive, de uma Moção de Congratulações da Câmara, concedida na sessão desta segunda-feira (17) em autoria do vereador Nardão Sacomani (DEM). Dr. Hermes foi conduzido pelo líder comunitário Hugo Tadeu Montanari Crepaldi, que o levou para uma audiência com o prefeito Célio de Oliveira (sem partido).

 

Humanização

Foi destacado na Moção concedida a Dr. Hermes, que ele entra no serviço às 7h,  e no período da tarde é o último a sair, sendo que a cada atendimento que ele realiza com os pacientes leva em torno de 20 a 35 minutos. Acolhe com carinho a todos, realizando um trabalho humanizado e dando resolutividade aos casos por ele atendidos.

 

Feriadão

Como há uma grande leitura dessa coluna, independentemente do comunicado que sairá na capa do jornal nos próximos dias, antecipamos aos nossos clientes que a circulação do INTERIOR será interrompida temporariamente, no feriadão prolongado de Carnaval. Vamos seguir a mesma rotina de anos anteriores. Teremos edições diárias até este domingo, dia 23. Retornaremos depois com a circulação na quinta-feira, 27. De sábado a terça-feira (22 a 25) também não haverá expediente na empresa.

 

Mensagem

A cada dia um recomeço, um aprendizado e novas oportunidades. Todos os dias Deus nos concede a chance de recomeçar, fazer tudo de novo e mudar o que for possível. Obrigado pela leitura e até a próxima. Bom feriado de Carnaval. Muita Luz! Paz e Bem.

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.

Outras publicações