ELDORADO SUPERMERCADO

1º ENCONTRO DA FAMÍLIA BELINELLI

Social

Foram reunidos mais de 160 parentes de diversas partes do país, dos quais muitos não se viam há anos, ou nem se conheciam

Registro histórico dos participantes do 1º encontro Família Belinelli, ocorrido em Penápolis

Registro histórico dos participantes do 1º encontro Família Belinelli, ocorrido em Penápolis. Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

JOVEM PAN PENÁPOLIS

Um acontecimento social marcante, que merece registro, ocorreu em Penápolis (SP) para celebrar os antepassados e os continuadores descendentes da tradicional Família Belinelli.

Que é difícil reunir os familiares para um almoço todo mundo sabe. Imagina, então, juntar mais de 166 parentes em um encontro. Parece impossível, mas a Família Belinelli de Penápolis conseguiu realizar esse grande encontro. Um feito que levou quase dois anos sendo organizado, mas que valeu muito a pena.

O evento festivo aconteceu no recente 14 de outubro, onde todos foram acolhidos no aconchegante Sítio Renascer. Foram três dias de reencontro, aproveitando o feriado prolongado, o que facilitou a vinda de muitos Belinelli. Os familiares começaram as festividades na sexta-feira à noite, seguindo no sábado e domingo, com bastante animação e gratidão a Deus pela oportunidade deste momento inesquecível e que trouxe à lembrança saudosas memórias de um passado que ainda se faz muito presente.

Os organizadores, com bastante estusiasmo e dedicação conseguiram reunir familiares que vieram de diversas localidades, onde residem e trabalham atualmente. Entre eles alguns de São Paulo (capital e interior), Campos (RJ), Marataízes (ES), Inhumas (GO), Brasília (DF) e até dos Estados Unidos.

A Família Belinelli tem descendência Italiana. O patriarca da família, Orlando Belinelli (1903-1973 ), nasceu na Província de Rovigo – Itália, veio ainda bebê para o Brasil em meados de 1903. Casou- se com Antonietta Feltrin no ano de 1927, morando toda sua vida na Fazenda Campestre, onde criou seus 9 filhos (Aurora, Cirilo, Cecília, Agripina, Ester, Dica, Rubens, Rina, Esmeralda). Seus filhos, netos e bisnetos trabalharam na Usina Campestre por anos também.

Destes, três filhos ainda vivos participaram do encontro: Ester, Dica e Rubens.

A expectativa para o evento estava a mil. A ansiedade, então, nem se fala. Pois muitos familiares não se viam há anos ou até mesmo os descendentes nem se conheciam.

O encontro foi inédito, sendo que os idealizadores levaram 18 meses para organizar tudo, mas foi tão bom, um marco na vida de todos, que já estão pensando no segundo que será aproximadamente em 2025/2026.



COLÉGIO FUTURO - Horizontal topo

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.