Comércio de Penápolis funciona no esquema da Fase 2 ainda nesta segunda-feira

Cidade

Reunião na manhã de hoje na Prefeitura, com diretores do Sincomercio e Associação Comercial e Empresarial definirá novas regras

Comércio terá o seu atendimento, com as devidas restrições, das 12h às 16h

Comércio terá o seu atendimento, com as devidas restrições, das 12h às 16h. Foto: Ivan Ambrósio

Ainda nesta segunda-feira (29), as atividades comerciais em Penápolis vão funcionar na Fase 2, do Plano São Paulo. Portanto, o comércio terá o seu atendimento, com as devidas restrições, das 12h às 16h.

Isso porque a Prefeitura ainda não emitiu um novo decreto, regredindo para a Fase 1, conforme determinou o Governo de São Paulo na última sexta-feira (26), ao renovar a quarentena em todo o estado de 29 de junho a 14 de julho.

Uma reunião a ocorrer ainda na manhã de hoje na Prefeitura, com integrantes da administração e diretores do Sincomercio e Associação Comercial e Empresarial (ACE) definirá os próximos passos.

Com a regressão da região de Araçatuba, que inclui Penápolis e outros 42 municípios, será permitido, nesta fase, o funcionamento apenas dos serviços considerados essenciais.

O governo sustenta que a epidemia na capital e região metropolitana está em fase de controle e que o interior se tornou epicentro da doença no estado, superando a capital em número de novos casos.


PLANO SÃO PAULO

Para começar a reabertura do estado em 1º de junho o governo dividiu o território de acordo com as 17 Divisões Regionais de Saúde (DRS). A flexibilização da quarentena é feita de modo diferente em cada uma dessas regiões.

Os cinco critérios que baseiam a classificação das regiões são: ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs); total de leitos por 100 mil habitantes; variação de novas internações, em comparação com a semana anterior; variação de novos casos confirmados, em comparação com a semana anterior; variação de novos óbitos confirmados, em comparação com a semana anterior.

O critério que tem maior peso na classificação de cada região é a variação de novas internações (peso 4), seguido pela taxa de ocupação de UTIs (peso 3). Especialistas criticaram o plano quando ele foi lançado, pois discordam do peso diferente e das notas de corte de cada critério.

Esses critérios definem em qual das cinco fases de permissão de reabertura a região se encontra:

Fase 1 - Vermelha: Alerta máximo

Fase 2 - Laranja: Controle

Fase 3 - Amarela: Flexibilização

Fase 4 - Verde: Abertura parcial

Fase 5 - Azul: Normal controlado

De acordo com a fase cada região pode liberar a abertura de diferentes setores da economia fechados pela quarentena.

A região de Araçatuba estava na frase Laranja, e agora foi reclassificada para a Vermelha.



AGÊNCIA LATINA HORIZONTAL TOPO

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.