SUPERMERCADO AMIGÃO FESTIVAL DE PRÊMIOS HORIZONTAL TOPO

Demandas de Penápolis são apresentadas no Iamspe

Cidade

Pandemia do novo coronavírus tem dificultado o andamento das conversações

FUNEPE VESTIBULAR MEDICINA 2020 HORIZONTAL MEIO DA NOTICIA

Nesta semana, através de videoconferência, representantes das Comissões Regionais do Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual) apresentaram novas demandas à direção do instituto, bem como reiteraram pedidos antigos, que não foram atendidos.

Os representantes entendem que a pandemia do novo coronavírus, a Covid-19, tem dificultado um pouco o andamento das conversações sobre os pedidos apresentados para melhorar o atendimento médico aos servidores públicos estaduais no interior do Estado, mas continuam insistindo.

As demandas de Penápolis, por exemplo, foram novamente colocadas na pauta desta última videoconferência através da representante regional Faustina Amorim, sediada em Araçatuba, da qual a comissão, presidida pela professora Jandinéia Fernandes, é subordinada.

Na oportunidade, foi cobrada resposta do ofício endereçado ao diretor do departamento de convênios do Iamspe, Antônio Jaime, que pede a inclusão de procedimentos cirúrgicos de média complexidade na Santa Casa de Penápolis, hoje administrada pela OS (Organização Social) AHBB (Associação Hospitalar Beneficente do Brasil) e que já atende servidores estaduais em algumas especialidades.

Segundo Jandinéia, no início de 2020 aconteceu uma reunião da Comissão municipal com a direção da Santa Casa para discutir essa possibilidade, faltando apenas o envio desse documento para andamento da proposta.

“Estivemos com o superintendente Roberto Torsiano, que ciente da necessidade enviou o documento. Até então não tivemos resposta sobre a possibilidade de incluir esses procedimentos. Então, através de Araçatuba, cobramos respostas”, explicou.

A presidente da comissão municipal informou que o pedido para essa inclusão da Santa Casa foi abordado em reunião realizada em fevereiro, sendo o pedido oficializado no início de março. “É importante destacar que isso está previsto em orçamento, sem a necessidade do aumento de teto”, ressaltou Jandinéia.

A Santa Casa já confirmou que a instituição tem condições, por sua estrutura, corpo clínico e centro cirúrgico, proceder cirurgia geral, ortopédicas, oftalmológicas, ginecológicas, entre outras. Isso seria interessante para o hospital, que receberia por essas cirurgias, já que médicos dessas especialidades levam seu pacientes para localidades (hospitais) que têm o convênio e autorização para fazê-las.


CONVÊNIOS

Mesmo sem as reuniões presenciais, que aconteciam mensalmente em São Paulo, a Comissão Municipal continua atuando em busca de ampliação de atendimento na cidade, incluindo novos parceiros.

“Estamos sempre recebendo pedidos de usuários para que tenhamos mais especialidades ou a ampliação no número de consultas. Por outro lado, a Comissão também é procurada por profissionais de várias áreas, interessados em atender pelo Iamspe”, informou Jandinéia.

Ela explicou, por exemplo, que hoje existe uma demanda enorme para Fisioterapia, e nessa videoconferência o pedido para abrir credenciamento nessa especialidade foi apresentado.

“Temos profissionais solicitando da comissão o credenciamento. Outra cobrança feita está relacionada ao médico Enéias Medina Martinês, que é clínico geral, que fez o credenciamento para acupuntura, mas até o momento não recebeu retorno”, relatou.

Jandinéia disse que continua mantendo contatos com a Santa Casa, médicos e laboratórios, em busca de ampliar o atendimento aos funcionários públicos, seus dependentes e agregados.

Ela ainda lembrou que as reclamações são, na maioria, por falta de algumas especialidades, cirurgias fora da região em que mora o servidor, cobrança por fora durante a consulta, falta de guias, entre outras situações que afetam o servidor público que contribui para o sistema.

Em relação aos laboratórios de análises clínicas, a proposta é firmar convênios diretamente com o Iamspe, situação que já está resolvida, mas pode ser ampliada com outros profissionais.


ARAÇATUBA

A presidente da comissão municipal do Iamspe informou que, juntamente com as comissões de outros municípios, trabalha no sentido de reativação do convênio com a Santa Casa de Araçatuba, interrompido em 2019. No início de 2020, foi elaborado um cronograma de pagamentos da produção que o hospital prestou a conveniados do Iamspe nos meses de abril e maio de 2019, débitos que culminaram com o rompimento do convênio.

A posição da Santa Casa de Araçatuba em relação ao retorno de assistência hospitalar de média e alta complexidades ao Iamspe já foi manifestada em fevereiro último quando a direção informou que está aberta a retomar o convênio com o instituto.

Na ocasião, disse que “aguardava a abertura do edital de chamamento para estudar a proposta do Iamspe e escalonar o atendimento de modo a garantir a assistência aos usuários, sem que isso afetasse as finanças do hospital”.



SUPERMERCADO AMIGÃO FESTIVAL DE PRÊMIOS HORIZONTAL TOPO

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.