Dos 4 internados por Covid-19, três são da Vila Fátima, diz prefeito em boletim

Cidade

Célio informou, em vídeo nas redes sociais, que bairro terá uma atenção especial com novas ações

Coronel Daniel Rodrigueiro, que está à frente do Gabinete de Gerenciamento de Crise - Coronavírus, foi o entrevistado no ‘Direto da Redação’

Coronel Daniel Rodrigueiro, que está à frente do Gabinete de Gerenciamento de Crise - Coronavírus, foi o entrevistado no ‘Direto da Redação’. Foto: Elias Ferreira/Colaboração

O prefeito Célio de Oliveira (sem partido) revelou, em vídeo nas redes sociais, que dos casos de pacientes internados com Covid-19, o novo coronavírus na Santa Casa - sendo dois na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) -, três seriam moradores do bairro Vila Fátima.

A afirmação foi feita durante apresentação de um boletim diário. O perímetro, segundo ele, compreende das ruas Ramalho Franco até a Amazonas. “É um cenário preocupante e, por isso, precisamos intensificar o isolamento social”, comentou.

O chefe do Executivo alertou que, diante dessa constatação, equipes de saúde avaliaram que a incidência de pessoas residentes no bairro com suspeita do Covid-19 se deve ao resultado positivo da doença no empresário de 53 anos que é um dos internados na UTI do hospital. O quadro de saúde dele é estável.

“Já estamos tomando as devidas providências, entre elas, intensificar o carro de som para que os moradores acatem o isolamento social”, ressaltou. Célio acrescentou que haverá a limpeza das ruas no bairro pelo Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) com água sanitária.

“Temos outro caso notificado fora da Vila Fátima que estamos levantando mais informações. Precisamos do apoio de toda a população”, complementou. A outra pessoa, segundo o prefeito, que está internada na UTI ainda não teve o resultado do exame. As demais estão em isolamento dentro do hospital.


ENTREVISTA

O secretário municipal de Planejamento, Coronel Daniel Rodrigueiro, que está à frente do Gabinete de Gerenciamento de Crise - Coronavírus, instituído pela Prefeitura de Penápolis, analisou que essa semana os cuidados deverão ser redobrados para evitar a proliferação do Covid-19 na cidade.

Ele foi o convidado, na manhã de ontem (30), do programa “Direito da Redação”, apresentado pelo INTERIOR em sua página no Facebook e que contou com os jornalistas Gilson Ramos e Carlos Netto. Durante o bate-papo, Rodrigueiro ainda lembrou que a quarentena permanecerá até 7 de abril, seguindo determinação do decreto estadual feito pelo governador João Doria (PSDB).

“Acredito que, após isso, possa haver a flexibilidade de reabertura do comércio, mas, independente disso, é fundamental que cada um redobre os cuidados de prevenção”, disse. Ele acrescentou que, até o momento, Penápolis tem um caso positivo da doença.

Trata-se do empresário de 53 anos, morador na Vila Fátima e que está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa. “O paciente está estável e respondendo bem ao tratamento. Em breve, se Deus quiser, estará recuperado”, destacou.

Rodrigueiro explicou que, em um trabalho de apuração de informações, o Gabinete de Gerenciamento de Crise conseguiu levantar dados da viagem que o empresário fez até São Paulo em uma empresa de ônibus. “Com isso, vamos entrar em contato com a Vigilância de Araçatuba e de Andradina, por onde foi o trajeto do veículo para que monitore os usuários que estavam no ônibus”, ressaltou. Toda a família do empresário encontra-se em quarentena.


AÇÕES

Desde que a pandemia começou no Brasil, o secretário frisou que diversas medidas e ações foram tomadas. “O trabalho continua. Estamos constantemente nos reunindo, seja pelo whatsapp ou por videoconferência, para analisar o cenário e o que pode ser feito”, observou.

Ele citou que, dentre as medidas impostas, seja pelo decreto municipal ou estadual, está o fechamento de comércio. “Muitas pessoas questionam que alguns estabelecimentos ainda permanecem abertos. Estes, por sua vez, são considerados como atividades acessórias das essenciais, por exemplo, oficinas mecânicas e de materiais de construção”, analisou.

Com relação aos bares, Rodrigueiro citou que eles até podem permanecer funcionando, mas na opção delivery, onde o cliente pega o produto e vai para casa. “Estamos fiscalizando estes estabelecimentos e a Polícia Militar foi determinada a coibir isso, podendo levar o proprietário a delegacia. Se for comprovada a irregularidade, ele poderá responder pelos artigos 268 e 330, ambos do Código Penal”, garantiu.

Com respeito aos salões de beleza, o secretário comentou que nada impede que haja o atendimento na casa das clientes. “Se caso aconteça no local, que seja atendido todos os critérios, como higienização, distanciamento, entre outros”, lembrou, acreditando que nas próximas semanas haja a expectativa de que o comércio abra gradativamente.

“Tudo isso dependerá de como estará os casos em todo o Estado e país. Seguimos as normas federais, do Ministério da Saúde, e as estaduais”, completou. Outra ação citada pelo secretário no âmbito municipal é o reforço de cestas básicas. “Já enviamos um documento a secretaria de Assistência Social para aumentarmos a quantidade para poder ajudar as famílias que necessitem, bem como reforçar os produtos contidos para que durem por mais tempo.

Além disso, estamos estudando a questão de distribuir alimentação às crianças que, por costume, ingeriam nas escolas, que estão com as atividades suspensas”, disse. Na questão do atendimento às unidades de saúde, em especial na Santa Casa, Rodrigueiro frisou que, hoje, a UTI conta com 12 respiradores, caso alguma pessoa necessite do equipamento.

“O secretário Wilson Braz já está vendo a possibilidade de alugar mais oito aparelhos e a Maçonaria já sinalizou a doação, no valor de R$ 12 mil, de cinco mil metros cúbicos de oxigênio, quantidade que dará para suprir por 30 dias o hospital, no qual agradecemos a solidariedade”, finalizou.


CASOS

Boletim divulgado ontem (30), pela secretaria municipal de Saúde mostra que subiu para 23 os casos suspeitos notificados do Covid-19, o novo coronavírus na cidade. Até o final de semana, quantidade era 20.

De acordo com o balanço, deste total, há 17 casos em investigação aguardando resultado dos exames. Dois tiveram a constatação negativa para a doença e outros três foram excluídos clinicamente. Até o momento, o município tem um caso positivo.

Trata-se do empresário de 53 anos que permanece internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa local. O quadro de saúde dele é estável. Não foi registrado nenhum óbito. Apenas dois são residentes em outros municípios, os demais moradores de Penápolis.

Da quantidade de casos notificados, dois são em menores de 12 anos; seis de 13 a 30; quatro são idosos, com idades superiores a 60 e 11 entre 31 e 59. Oito são homens e 15 pacientes do sexo feminino, o que representa 65% do total.



AREIA BRANCA

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.