Estrada rural do Saltinho do Galinari terá melhorias com projeto do Fehidro

Cidade

Investimento de R$ 188 mil teve ordem de início dos serviços assinada nesta segunda-feira (22)

Com a ordem de serviço assinada, a empresa tem o prazo de quatro meses para concluir a melhoria

Com a ordem de serviço assinada, a empresa tem o prazo de quatro meses para concluir a melhoria. Foto: Divulgação

Moradores e produtores rurais no bairro Saltinho do Galinari terão melhorias na estrada rural de acesso à região, a PNP 005/02. O investimento de R$ 188 mil teve ordem de início dos serviços assinada nesta segunda-feira (22). A melhoria visa o visando controle e prevenção de processos erosivos e assoreamento das nascentes.

Os serviços serão executados pela empresa Engeplan Terraplenagem Construção Civil e Pavimentação Ltda, ganhadora do processo licitatório. Serão investidos R$ 188.524,92 com recursos financeiros oriundos do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos), vinculado à Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente.

A ordem de serviço foi emitida à empresa, com a presença do coordenador do CIRL (Consórcio Intermunicipal Ribeirão Lajeado), José Raphael Caputo, do presidente do Daep e secretário executivo do CIRL, Márcio Wanderley, representante da empresa e servidores técnicos do departamento.

O projeto técnico prevê a quebra de barrancos, reconformação geométrica da estrada com alargamento do leito carroçável, drenagem superficial e revestimento primário a fim de proporcionar maior vida útil à estrada. O investimento abrange melhorias em um trecho de estrada rural de 1,65 quilômetros.

O prazo de execução dos serviços é de quatro meses após o início dos trabalhos. A fiscalização dos serviços será realizada pelo Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis). O projeto foi aprovado em 2019 por meio do Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê.

O coordenador do CIRL, José Raphael Caputo, destacou a importância da melhoria e conservação de estradas rurais para a melhoria da condição ambiental da bacia hidrográfica. “A má conservação das estradas pode ser um indutor para o assoreamento do Ribeirão Lajeado, além das estradas impactarem diretamente na qualidade de vidas das pessoas que vivem no campo”, destacou.

Em maio, foi finalizada a recuperação de 14,7 quilômetros de estradas na bacia hidrográfica Ribeirão Lajeado, com recursos da Agência Nacional das Águas (ANA). “Em mais essa etapa de melhorias, teremos mais de 16 quilômetros de estradas rurais recuperadas nos bairros Araponga e Saltinho do Galinari”, acrescentou o coordenador.

“O próprio Consórcio, utilizando seus equipamentos, máquinas e servidores, realiza um trabalho constante na recuperação de estradas rurais. Só neste ano, já recuperamos cerca de 2,5 quilômetros nos bairros Córrego Grande, Araponga e Saltinho do Galinari”, afirmou.

O presidente do Daep salientou que é de suma importância a integração da política pública de recursos hídricos com o saneamento. “As ações desenvolvidas refletem diretamente na preservação da qualidade e continuidade do abastecimento público para toda população penapolense”, concluiu. (*) Com informações da Secom – PMP



AGÊNCIA LATINA HORIZONTAL TOPO

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.