AREIA BRANCA HORIZONTAL TOPO

Pelo 2º mês consecutivo, roubos diminuem e furtos também registram queda

Polícia

Região terminou fevereiro com redução nos casos de roubos em geral e furtos de veículos

Em fevereiro, foram feitas 13 prisões na cidade, conforme levantamento da SSP

Em fevereiro, foram feitas 13 prisões na cidade, conforme levantamento da SSP. Foto: Ivan Ambrósio

COLÉGIO FUTURO HORIZONTAL MEIO DA NOTÍCIA

Pelo segundo mês consecutivo, Penápolis reduziu em 33% os casos de roubo, em comparação com o mesmo período de janeiro, segundo levantamento divulgado pela SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo). Conforme os dados, em fevereiro, a cidade registrou duas ocorrências desta modalidade, ante três.

Os furtos também caíram 17%, passando de 57 para 47 casos, assim como os furtos de veículos, de quatro para um caso o mês passado. Os roubos de veículos se mantiveram zerados nos dois períodos. Até o momento, Penápolis já registrou um homicídio doloso; um homicídio culposo por acidente de trânsito; 33 lesões corporais dolosas; 58 lesões corporais culposas por acidente de trânsito; três estupros; seis roubos; um roubo de carga; 104 furtos e cinco furtos de veículos.


REGIÃO

A região terminou fevereiro com redução nos casos de roubos em geral e furtos de veículos e manteve zeradas as ocorrências e vítimas de latrocínio, roubos a bancos e extorsões mediante sequestro. Nos roubos em geral, a queda foi de 19,6%. Os números passaram de 56 em fevereiro de 2020 para 45 no mês passado (-11).

Nos furtos de veículos houve diminuição de 41,2% - foram 30 boletins de ocorrência desta natureza no mês passado, contra 51 em fevereiro de 2020, ou seja, menos 21 casos. O indicador de roubo de carga passou de 0 para 1. Já os roubos a bancos e as extorsões mediante sequestro permaneceram zerados, como acontece desde o início da análise histórica do período.

Os furtos em geral passaram de 608 para 645, na comparação mensal, enquanto os roubos de veículos subiram de um para três. Os casos e vítimas de homicídios oscilaram de dois para seis registros, se comparados os meses de fevereiro de 2020 e 2021.

Assim, as taxas dos últimos 12 meses (de março de 2020 a fevereiro de 2021) ficaram em 8,93 casos e 9,31 vítimas a cada grupo de 100 mil habitantes. Os estupros passaram de 12 para 14 na comparação mensal. Já os indicadores de ocorrências e de vítimas de roubos seguidos de morte permaneceram zerados pela sexta vez consecutiva na série histórica.


PRODUTIVIDADE

O trabalho realizado pelas três polícias – Militar, Civil e Científica – também foi destaque no balanço divulgado pela secretaria. Em fevereiro, 13 prisões foram efetuadas na cidade. O total de inquéritos instaurados foi de 43. Houve quatro ocorrências de tráfico de entorpecentes, duas de porte de drogas, uma de arma e sete flagrantes foram lavrados. Seis pessoas foram presas por mandado, sete em flagrante.

Dois veículos foram recuperados. Na região, o trabalho resultou em 280 prisões e na apreensão de 30 armas de fogo ilegais. Também foram registrados 74 flagrantes por tráfico de entorpecentes.



BIG MART ACELERA CORAÇÃO HORIZONTAL TOPO

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.