COLÉGIO FUTURO HORIZONTAL TOPO

Penápolis confirma mais 5 mortes de moradores da cidade com o coronavírus

Saúde

Ocupação da UTI caiu para 90%; Avanhandava e Braúna também registraram óbitos

Ocupação de leitos de UTI e de enfermaria na Santa Casa

Ocupação de leitos de UTI e de enfermaria na Santa Casa. Foto: Divulgação

COLÉGIO FUTURO HORIZONTAL MEIO DA NOTÍCIA

Boletim epidemiológico da secretaria municipal de Saúde de Penápolis desta quarta-feira (7) confirmou mais cinco mortes de pacientes em decorrência da Covid-19, o novo coronavírus. De acordo com a pasta, dois óbitos ocorreram em 6 e 18 de março, tendo como vítimas dois homens, de 72 e 48 anos.

Na segunda-feira (5), mais dois homens – de 54 e 68 – e uma mulher, de 62, não resistiram às complicações da doença e faleceram. Prossegue em investigação pela secretaria a morte de um homem, de 49, ocorrida no último dia 23. Com isso, a quantidade de óbitos desde o começo da pandemia em Penápolis chegou a 136.


CASOS

Nas últimas 24 horas, a cidade registrou 111 novos casos positivos da doença, passando de 4.665 para 4.776. Do total, 42 estão internados, 908 em quarentena e 3.690 recuperados. Suspeitos que aguardam resultado dos exames laboratoriais ou a data para a realização do teste rápido são 899. Outros 620 foram descartados por avaliação clínico-epidemiológica e 9.345 tiveram resultado negativo.


MICRORREGIÃO

Avanhandava computou a 21ª morte em decorrência do vírus. Os casos positivos, por sua vez, passaram de 715 para 738, tendo 671 recuperados, 44 em isolamento e dois internados. Na penitenciária, 54 pessoas testaram positivo para a doença e já se curaram.

Braúna teve o 12º óbito e elevou de 387 para 391. Do total, 350 estão curados, 14 aguardam resultado dos exames e seis seguem em atendimento hospitalar, sendo cinco na Santa Casa local e um no Hospital da Unimed, em Birigui. Alto Alegre aumentou de 249 para 260. Vinte e três estão em isolamento domiciliar, oito em tratamento hospitalar, 230 tiveram alta e houve sete mortes.

Glicério permanece com 341. Nove seguem monitorados pela secretaria de Saúde, cinco são suspeitos, 324 se curaram e, desde o começo da pandemia, oito pessoas não resistiram às complicações da doença. Barbosa segue com 282, tendo oito mortes. Quinze permanecem em quarentena, 31 são suspeitos e 282 se recuperaram. Por fim, Luiziânia tem 167 casos positivos e seis óbitos. Cinco seguem em quarentena, 154 tiveram alta e dois permanecem internados.


LEITOS

A ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), destinados ao tratamento dos pacientes infectados ou suspeitos pela Covid-19 na Santa Casa está em 90%. Das dez unidades disponíveis, nove são usadas por sete pacientes da cidade – cinco com diagnóstico positivo e dois aguardando exames –, além de um de Luiziânia e um com outra comorbidade.

Na UTI Geral, sete dos dez estão com usuários, sendo todos do município confirmados com a doença. Dos 32 de enfermaria usados exclusivamente para o coronavírus, 28 são ocupadas – 87,5% - por 22 da cidade – todos positivos –, além de dois de Alto Alegre, um de Avanhandava, dois de Braúna e um de Birigui. Já os leitos gerais contam com 13 pacientes, sendo dez de Penápolis – oito com o vírus e dois esperando resultados –, além de três de Barbosa. Os de suporte ventilatório estão disponíveis.



COLÉGIO FUTURO HORIZONTAL TOPO

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.