FERREIRA ENGENHARIA Horizontal topo

Polícia prende segundo suspeito de participação em latrocínio em Braúna

Polícia

Investigado de 18 anos teve a prisão temporária decretada a pedido da Polícia Civil e foi capturado pela Polícia Militar

Caso é investigado pela Polícia Civil de Braúna e suspeito foi preso pela Polícia Militar

Caso é investigado pela Polícia Civil de Braúna e suspeito foi preso pela Polícia Militar. Foto: Lázaro Jr.

JOVEM PAN PENÁPOLIS

A Polícia Militar prendeu na noite de quarta-feira (21), um segundo suspeito de participação no latrocínio ocorrido na madrugada de terça-feira (20) em Braúna (SP), município a pouco mais de 35 quilômetros de Araçatuba.

O investigado completou 18 anos em janeiro e teve a prisão temporária decretada pela Justiça de Penápolis, a pedido da Polícia Civil. Ele foi capturado por volta das 20h30 em um imóvel na rua Manuel Cuebras Garcia, no bairro Nova Braúna, e após ser apresentado no plantão policial, permaneceu à disposição da Justiça.

Conforme já publicado, no início da madrugada de quarta-feira (21) a Polícia Militar prendeu outro homem de 36 anos suspeito de participação no crime. Nesse caso, havia denúncia de que ele estaria com arma de fogo utilizada no crime.

Esse primeiro suspeito negou ter arma de fogo, mas foi preso em flagrante por tráfico de drogas e passaria por audiência de custódia na tarde de quarta-feira. A reportagem apurou que a Polícia Civil também representou pela prisão temporária dele e o pedido seguiria em análise. Enquanto isso, ele segue preso pelo tráfico de drogas.


NEGAM

Ainda de acordo com o que foi apurado, os dois negam participação no latrocínio. O crime aconteceu pouco depois das 5h de terça-feira. Um empresário de 62 anos teve a casa invadida e foi ferido por pelo menos três tiros. Ele segue internado.

O filho dele, Rodrigo Bolsaneli, 39, foi ferido com golpes de faca e, apesar de ser atendido no pronto-socorro de Penápolis, não resistiu aos ferimentos. Ele havia acabado de chegar na casa do pai quando aconteceu o que a polícia investiga como tentativa de assalto.

Populares relataram ter ouvido pelo menos cinco disparos de arma de fogo e dois homens foram vistos fugindo, após pular o muro dos fundos do imóvel, um deles portando uma arma de fogo. (*) Agência Trio Notícias



COLÉGIO FUTURO - Horizontal topo

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.