FUNEPE INSTITUCIONAL 2 horizontal topo

Quadrilha que assaltou joalheria em shopping usou disfarce de cadeirante

Polícia

Criminosos roubaram joias, relógios de luxo e armas de seguranças; caso ocorreu em Rio Preto

Ladrão entrando na joalheria sendo empurrado por outro em shopping de Rio Preto

Ladrão entrando na joalheria sendo empurrado por outro em shopping de Rio Preto. Foto: Reprodução/Câmera de segurança

BIG MART INSTITUCIONAL Horizontal Meio da Notícia

Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento em que criminosos armados invadiram uma joalheria no Shopping Iguatemi, em São José do Rio Preto (SP), na noite da última sexta-feira (14).

De acordo com o delegado da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), Paulo Buchala Junior, os ladrões roubaram joias, relógios de luxo e armas de seguranças.

Dois suspeitos foram presos na madrugada de sábado (15), em Americana (SP), cidade a mais de 300 quilômetros de distância de Rio Preto. A Polícia Militar diz que uma mulher também foi presa, mas a Polícia Civil não confirma.

No vídeo gravado pelo circuito externo de uma loja, é possível ver um ladrão em uma cadeira de rodas sendo empurrado por outro. Os dois se aproximaram da joalheria e entraram para assaltá-la (veja acima).

As imagens não mostram o que acontece no interior da loja, mas a mesma câmera de segurança flagrou o momento em que o suposto cadeirante e o comparsa saíram acompanhados de um terceiro suspeito. Os três estavam armados, usando máscaras de proteção contra a Covid-19 e segurando bolsas pretas.

Conforme Paulo Buchala, a ação dos criminosos durou menos de dez minutos. Uma funcionária da joalheira foi feita de refém e levada até a saída do shopping. A suspeita é de que sete a oito ladrões tenham participado da ação. Buscas são realizadas para localizá-los.

"Inicialmente, duas pessoas, sendo uma fingindo ser cadeirante, adentraram a joalheria e anunciaram o roubo. Uma terceira e quarta pessoa também entraram. Foi uma ação rápida. Eles entraram escondendo as armas nas vestes e usaram um revólver, uma pistola e uma arma longa", disse o delegado.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram clientes em pânico e correndo para se esconder dentro das lojas. É possível escutar um estampido em uma das imagens. Testemunhas também relataram ao g1 terem ouvido um barulho parecido com um disparo de arma de fogo.

"Escutamos um barulho parecido com tiro. Por conta do ar-condicionado, abafou. Ficamos no estoque, e o segurança pediu para não sair da loja. Não sei quantos minutos ficamos, mas foi bem tensa a situação", disse a funcionária de uma das lojas, Stefanie Lopes.

Ainda segundo o delegado da Divisão Especializada de Investigações Criminais, não há confirmação sobre o disparo, mas equipes da Polícia Civil realizaram uma perícia no shopping para tentar encontrar projéteis.

"Não temos informações sobre disparos. Nós não encontramos vestígios. Escutamos um estampido em um vídeo que circula nas redes sociais, mas as testemunhas negaram", informou.

Dois veículos usados pelos criminosos foram encontrados pela Polícia Militar abandonados em uma estrada de terra do shopping. Os dois suspeitos presos em Americana estavam com o terceiro carro usado no crime.

"Conseguimos vinculá-los ao crime em questão. As joias apreendidas serão trazidas para serem periciadas. Não podemos falar se as joias foram roubadas da loja. Fizemos diligências e estamos em andamento para identificar outros membros", explicou o delegado Paulo Buchala.

Em nota, o Shopping Iguatemi disse que segue colaborando com as autoridades competentes, e que as lojas abriram normalmente no sábado. (*) Por Renato Pavarino, g1 Rio Preto e Araçatuba



COLÉGIO FUTURO - Horizontal topo

Comentários

Atenção: Os comentários feitos pelos leitores não representam a opinião do jornal ou do autor do artigo.